Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2016

Apenas dorme

Foto: Pinterest
Sentada na nossa sala, imaginando como seria a vida com você, abro minha janela de sorrisos. Uma lágrima que sorri e abraça o peito, enquanto escorre quietinha ladeira abaixo de mim. Sinto saudade de nós dois, sabe? Da intensidade do que a gente foi enquanto a vida quis. Sinto saudade das coisas que a gente ia viver em agosto que vem. O primeiro sorriso pelado; teu dedo enroscando devagar na minha mão e aquele abraço devagar antes de dormir. 
Não penso em você sem sorrir. Não mais. Você foi o acidente mais maravilhoso que aconteceu pra mim. Mesmo tendo me visitado sem ficar pra sobremesa. Sabe? Seria o nosso melhor momento juntos. Mas as coisas que preparei pra nós dois, ainda estão guardadas aqui. Teimo em não fazer perguntas. Eu, que sempre amei uma interrogação, já aceito nosso ponto final.

Meus olhos se afogam na parede do seu quarto, às vezes. Como há cinco minutos atrás quando lembrei de você. Sabe quando a gente sente um abraço dentro do peito? Isso acontece o t…

Ainda cabe você aqui dentro

Foto: Pinterest


Às vezes perco o tempo de vista imaginando como seria ganhar um sorriso seu. Confesso, voltar aqui é arrancar e sentir arder um pedaço de mim que ainda está em carne viva, mas que eu consigo disfarçar bem. Eu sempre achei que soubesse que saudade dói. E sabe... eu subestimei essa mulher. Que pena que não posso me desculpar, tomar um analgésico e fazer todo o resto desaparecer. 
Coisas aconteceram. Coisas deixaram aquele meu músculo preferido em frangalhos. Coisas não param de rebobinar na minha cabeça. Cenas do nosso amor interrompido. Não por vontade minha. Como poderia? Quem dera tudo se resumisse apenas a coisas, e não a pessoas. É mais fácil sofrer por bobagens.
Tempos atrás, muito antes de você, perdi meu moletom preferido. Um vermelho, quase duas vezes maior que eu, com um coração amarelo estampado bem no meio. Achei que fosse o fim da minha vida abrir a gaveta e não saber onde coloquei. Passei semanas remoendo isso dentro de casa. E como é fácil sofrer por beste…