Pular para o conteúdo principal

Os últimos filmes que vi


Depois de um sumiço sem avisos, voltei para o blog. Coitado, tão abandonado! Mas 2016 promete ser um ano cheio de assuntos pra mim. Por consequência, o bloguinho ficará mais atualizado e muita surpresa vai ser compartilhada por aqui. Mas hoje é terça-feira e o babado é sobre filmes.

De tempos em tempos eu me jogo numa maratona de qualquer coisa. Dediquei uma semana dessas só pra assistir filmes, coisa que eu não fazia há um bom tempo - ocupada com séries. Eu já tinha uma lista mental. Títulos bem conhecidos, aliás, que eu nunca tinha parado pra ver. A maioria deles, vi pelo Netflix, mas nem tudo que eu queria ver estava disponível por lá, então me joguei no youtube e em DVD's. Sim! Há quanto tempo eu não via um filme em DVD? Vamos à lista!

1. Frida (2002) - É um filme biográfico sobre a pintora mexicana Frida Kahlo, interpretada por Salma Hayek. Quem nunca ouviu falar? O filme aborda as controvérsias comportamentais e políticas de Frida e suas relações com o marido, o também pintor Diego Rivera, por quem Frida era loucamente apaixonada. (Disponível no Netflix)

2. O fabuloso destino de Amélie Poulain (2001) - A pergunta é: Por que eu não assisti esse filme antes? Só tem amor nesse título francês, estrelado pela nossa queridinha Audrey Tatou. (Ela viveu Chanel em Coco Antes de Chanel, lembram?) A história de Amélie poderia ser um conto de fadas moderno e realista do nosso tempo. Ela encontra uma coleção de brinquedos em seu apartamento e vai em busca de devolvê-los ao verdadeiro dono. Durante a saga, Amélie se apaixona por um rapaz, mas por ser tímida a história fica ainda mais encantadora. (Disponível no Netflix)

3. A Dama de Ferro (2011) - Também é um filme histórico-biográfico sobre a política Britânica. Sempre quis vê-lo e a realidade foi melhor que a expectativa. O título conta a história da primeira-ministra britânica do século 20, Margaret Tatcher, interpretada por nossa queridinha Meryl Streep (de O Diabo Veste Prada).

Margaret é uma das principais figuras femininas na política mundial. Ela comandou o cargo por 11 anos consecutivos, e ficou conhecida por agir com rigor. Um dos grandes destaques do filme é a posição rigorosa de Tatcher durante a Guerra das Malvinas, disputa entre o Reino Unido e Argentina pelas Ilhas Malvinas. O filme mostra a vida de Margaret, de filha de um pequeno comerciante até as dificuldades que encontrou como mulher para ocupar um cargo tão importante na política britânica. (Disponível no Youtube)

4. Age of Adaline (2015) - Ficou entre os piores filmes de 2015 pela crítica, mas... tem Blake Lively que amamos! (Eterna Serena! #Gossip) É um filme de romance e fantasia. Tipo um Benjamin Burton adaptado. Na trama, Adaline sofre um grave acidente que a faz passar por um choque biológico. Isso faz com que ela nunca mais envelheça, e precise fugir da cidade para não ser estudada como um experimento. Em uma festa de reveillón, Adaline conhece Ellis, um jovem encatador por quem se apaixona. (Disponível no Netflix)

5. Bonequinha de Luxo (1961) - Bonequinha de Luxo é um filme baseado no livro de Truman Capote. Conta a história de uma acompanhante de luxo romântica e sonhadora Holly, interpretada por Audrey Hepburn. A comédia mostra a vida de Holly em busca de um homem rico para casar. O filme é um clássico da época e venceu o Oscar de 62 em duas categorias de música. (Disponível no Netflix)

6. Divertida Mente (2015) - Quem resiste a uma boa animação? Divertida Mente se passa no cérebro de uma garotinha, a Riley, e mostra como diferentes emoções e sentimentos acontecem para formar a memória permanente e a personalidade de uma pessoa. De longe, a Tristeza é o personagem mais divertido de todos. Um filme super fofo pra quem tem um pequeno em casa. Mas pra quem ainda não tem, como eu, a indicação é livre. (Disponível para locação no Youtube)

7. O Jogo da Imitação (2014) - O filme é baseado em fatos reais e conta a história do matemático Alan Turing, que lidera uma equipe britânica empenhada em resolver o Enigma, que são os códigos utilizados para a comunicação dos soldados da Alemanha Nazista. Um super filme para quem curte história ou enredos de guerra. Foi vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. (Disponível no Netflix)

8. Diana (2013) - Mais um filme biográfico, desta vez sobre a princesa Diana. Eu só tinha cinco anos quando ela morreu em um trágico acidente em um túnel. O filme mostra Diana dois anos antes de sua morte. Seu relacionamento com os dois filhos, suas ações filantrópicas e um longo romance com um médico paquistanês. (Disponível no Netflix)

Já assistiu algum desses filmes? Ficou com vontade de ver algum deles? Conta pra mim!
Beijos, Rê.

Comentários

  1. Tá ruim de filme, hein? Hahahaha... Da tua lista, só não assisti os 3 últimos.
    Cada filme arretado, não é? Os melhores!
    A vida é muito melhor com essas coisas lindas da sétima arte. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não é Magdinha? ♥ Ver um bom filme faz um bem danado né? A gente pensa sem nem cansar! Mé bom :))))

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

20 semanas: chegamos na metade

Finalmente chegamos na metade da gestação. E quando penso nisso, vejo um reloginho me lembrando que logo logo seremos três em casa. Que logo logo, fraldas, lencinhos e chupetas vão se tornar acessórios obrigatórios na minha bolsa. Que logo logo, o cantinho que eu havia programado para ser meu escritório vai dar lugar a um lindo quarto de bebê. Que daqui a algum tempo, eu vou tropeçar em brinquedos. Que haverá mais um homem em casa. 
Tudo parece assustador e delicioso ao mesmo tempo. Tenho vontade de chorar e de rir. E em algumas ocasiões, não sei como diferenciar uma coisa de outra.
Esta semana eu passei dos limites nas comilanças. Comecei esticando de um chá de fraldas (de um amiguinho do Joaquim) para um aniversário. Nunca comi tanta bobagem e tomei tanto refrigerante de uma vez na vida. E na volta pra casa, a cada semáforo fechado, minha consciência ficava tão pesada quanto a minha barriga. #envergonhada
Minha mãe começou a fazer cueirinhos, toalhinhas de fralda e paninhos de chup…

O dia em que eu descobri o que houve com a gente

19 de março de 2018, o dia em que eu descobri o que houve com a gente.

Sou uma menina relativamente jovem, 25 anos mais pra lá do que pra cá. Digo relativamente, porque juventude é algo relativo (e não necessariamente tem a ver com a idade, aliás). Mas para o assunto que me permito escrever hoje, idade tem tudo a ver. É biológico para mulheres que pensam em ter filhos olhar sua própria idade de forma diferente. Eu nunca planejei filhos, na verdade. Quem me conhece sabe que nunca levei esse assunto assim a sério, como algo que eu precisasse pensar e planejar ou que fosse uma grande vontade. Nunca tive. Até acontecer.
É uma sensação parecida com estar apaixonado. Você não sabe que pode viver algo muito bom (vamos pensar no lado bom, apenas), até se apaixonar. A mesma descoberta eu tive quando descobri que estava grávida em dezembro de 2015. Não foi algo planejado. Aliás, conheço pouca gente que teve a sorte de planejar e ter o destino assim aos seus pés atendendo a esse "cronogra…

CK IN2U for Her: Básico, mas instigante

O CK IN2U for Her é amor à primeira vista, mas se for Eau de Toilett será um amor fugidio, com pouca fixação. Já o Eau de Parfum gruda nas roupas e na memória olfativa, prolongando uma sensação que é o maior diferencial deste perfume oriental floral: deixar a mulher cheirosa toda hora. Embora muita gente sinta cítrico, limão, baunilha, minha primeira impressão era de estar diante de patchouli, mas a nota é particular apenas ao perfume masculino.  De modo geral, ele pode ser classificado como um básico com personalidade e irradia alto astral, daqueles que cheiram a riqueza despojada, aquele tipo que não ostenta porque se define por ser e por si. Versátil, ele apresenta notas de fundo rico de baunilha e âmbar que associadas às notas de cabeça cítricas de toranja rosa efervescente, bergamota e folhas de groselha e as de coração, que são orquídea e cactus, proporcionam uma sensação de frescor que dura todo o dia – dependendo da evolução na pele de cada pessoa. A fragrância foi lançada pela …