Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Floral para todas

Ainda é primavera e o perfume que usei esta semana fez questão de me lembrar disso:  Roses de Chloé, um banho de rosas suaves expulsou os resquícios de inverno que havia em mim. O floral é composto por bergamota, estragão, lichia e limão nas notas de cabeça, rosa damascena, magnólia, cedro, maçã e cassis nas notas de coração e almíscar e âmbar nas notas de fundo. Na minha pele senti de imediato a bergamota e o almíscar branco. Só depois de uma meia hora de aplicação exalou o cheio de rosa damascena e magnólia.  Minha primeira impressão foi de que se tratava de uma fragrância elegante, mas fraquinha; desses que passam despercebidas,  a não ser que você tomasse um banho de perfume.  Mas que bom que a primeira impressão não é a que fica. Seria triste constatar que um perfume tão sofisticado e caro frustraria as expectativas. Roses de Chloé é encontrado em frascos de 30ml, 50ml, 75ml e o menor não sai por menos de R$ 250.   No final do dia senti o cheiro impregnado nas roupas que havia usad…

Mais que amigos

Tumblr
Sempre fui atropelada pra falar de amor. Sou um desastre excepcional, com pessoas e com palavras. Mas mais ainda com você. Eu já me despedacei tanto por outros caras, mas hoje eu devo atravessar essa linha bem aqui. A linha entre uma tarde com você, e uma noite inteira. É que eu decidi me declarar. Pra você que sabe de todo o resto da história. E que não se importa, se eu sou assim. Entregue demais. Feliz demais. Louca demais.
Pra você que eu não preciso falar mais nada. Porque você me conhece tão bem, e duvido que acredite quando eu falar que é você...

A razão dos meus casos mal sucedidos.
Você, que gosta de acampar, e de dar meu nome às estrelas. Você que me chama de boba, quando resmungo que ele está com uma menina mais sem jeito do que eu. E sempre diz que eu mereço coisa melhor. Será você, afinal? Você que diz que meu sorriso é lindo, e eu escancaro só pra você.

Só pra você repetir.

Pra você que eu nunca beijei antes, mas quero. E sei que vou gostar. E imagino como seja bom…

Depois da meia noite

Abro os olhos tentando descobrir em que dia da semana estamos. Levanto da cama, tropeçando em pedaços de fantasias espalhadas pelo chão. Se não dormi demais, ainda deve ser sábado. Não sei como cheguei em casa ontem. Deito novamente, e penso.
23H37
A música está maravilhosa, mas meu copo esvaziou. Vou ao bar pegar mais uma dose de tequila pra mim. Sou a única das minhas amigas que está sozinha aqui, mas eu sei bem lidar com isso. 
Quase não consigo respirar dentro dessa roupa apertada de mulher-gato. Decido tomar algum ar lá fora, e respirar a fumaça dos outros. Tento abrir um pedacinho do zíper, enquanto caminho para o jardim, quando alguém me puxa no corredor. Com minhas mãos detidas, sou encostada contra a parede por alguém que ainda não falou.

Uma-palavra-sequer.
- Quem é? - pergunto com adrenalina nas veias. - Shh! - me silencia com um dedo sobre minha boca vermelha. - É o cara que sempre quis fazer isso! - continua o homem que acaba de me matar, sem fôlego, dentro de um beijo.
U…

O cara dela

Este poderia ser nosso convite de casamento...
Ela tinha um cheiro incrivelmente bom nos cabelos. Eu amava sentir aquele cheiro em mim, depois dos nossos encontros. Cada pedaço de tempo ao lado dela, me fazia voltar pra casa com o coração pulsando de amor. Sim, era amor.

Era amor, quando ela sorria e me desmontava nos braços dela. Era amor quando ela contava a piada mais sem graça de todas, e eu me apaixonava ainda mais. Era amor quando eu ficava sem fôlego só de olhar pra ela. Era amor quando eu me perdia debaixo daqueles cabelos ondulados. E quando eu não queria me despedir, fazendo com que ela ficasse um pouco mais.

Mesmo sem poder.

Era amor quando eu desabotoava um botão da camisa dela, e ela fechava me pedindo um pouco mais de tempo. E eu esperava. Era amor. Mesmo quando eu não queria que fosse. Mesmo quando eu pensava em desistir. Era amor quando eu não queria que outro cara estivesse em meu lugar. Era amor o que eu sentia. E era o que me fazia ficar ali.
Mas uma certa manhã eu d…

5 fáceis DIY de almofada

Oi, oi todo mundo!

Dia desses me peguei numa vontade louca de experimentar um ~faça-você-mesma~. Eu sei, e a maioria também, que eu não tenho muita habilidade pro DIY. Cola e tesoura sempre foram materiais difíceis de lidar pra mim. Eu sempre faço com eles mais do que deveria, fato! Então coloquei na cabeça que não levo jeito para a coisa, mesmo antes de tentar. Felizmente, alguns blogs que acompanho têm foco nas manualidades, e venho me sentindo tentada a testar algumas ideias.  Se terá um saldo de desastres, só testando pra saber.
Uma das ideias que vêm fazendo a minha cabeça, são as almofadas de feltro. Primeiro, porque são fofas e baratas. E depois, porque não encontro uma almofadinha decente, num precinho bacana, com uma carinha colorida que eu goste. Por fim da força, vou acabar tendo que colocar a mão na massa, se eu quiser gastar pouquinho e ter uma decor dessas do meu jeito.
Listei cinco meninas que ensinam direitinho o passo a passo de almofadas em diferentes modelos, e que…

Inspiração: Septum ring

Já notaram que ele voltou pros trends né? O anel/piercing no septo ou "septum ring" está bombando. É fato! Riccardo Tisci apostou nele nos desfiles da Givenchy para o Nova York Fashion Week, e claro, a ideia que já tinha uma carga poderosa de estilo, se multiplicou ainda mais. Vou admitir: estou toda derretida por esse acessório, e namoro a ideia de adotar mais um furinho no nariz.

O piercing do septo ficou ainda mais versátil depois que ganhou um toque mais delicado e feminino. Alguns modelos já nem são somente a tradicional bolinha presa dentro do nariz. Argolinhas elaboradas com strass e pingentes, no estilo indianp, também fazem parte das novidades. ♥
As fashion bloggers Chiara Ferragni e Aime Song usaram de um jeito tão feminino e delicado, que me apaixonei pela peça. Outras famosas também andaram usando modelos mega fofos e reuni algumas inspirações pra a gente tomar coragem!




Um pequeno probleminha (pra mim) é que mesmo o mais simples acessório para o septo ainda pare…

Dia comum

Foto: Google

Chove trovoadas lá fora e dentro de mim, eu tremo. Nunca tremi assim por uma garota antes. Saio do trabalho e penso no nosso próximo encontro enquanto entro no vagão. Volto pra casa com teu número no bolso, e um sorriso que bate no zíper da minha jaqueta. Nesta onde você deixou esse pedaço de papel. É você no meio desses números.

No caminho que faço agora, sou o cara que começa a acreditar. O amor acontece em um dia comum. Na fila do banco. No meio do caos. Debaixo das luzes piscando números. Foi assim, depois que recebi tua senha. Gravatas e montanhas de papeis. E você diante de mim, linda dentro de um cachecol azul. Impossível não retribuir teus olhos brilhando à primeira vista. Nunca meu coração disparou assim, tão forte como faz agora.

Começo a te reconhecer. Acho que sei quem você é.
- Em que posso ajudar? - Quero encerrar minha conta! - você disse. - Preciso dos documentos do titular.
Papeis e mais papeis saem de dentro da tua bolsa, e eu continuo vidrado em você. Em …

Tempos do colégio: Fresno

É quarta-feira e estou nostálgica. Lembro que mesmo com o fim do ensino médio, algumas coisas não saíram de mim, nem foram enterradas com o colegial. Comprar revistas Capricho de 15 em 15 dias na banca de Orlando, e ouvir música no MP3 foi de longe, o que mais ficou. (Sim, eu tive um MP3!) Um dos gêneros que mais esteve presente nesse tempo todo foi esse novo rock alternativo/hardcore/emocore e afins, aos quais meus namorados sempre esbanjaram porções enormes de preconceito. Até hoje meu *marido* não aceita, hahaha!
Uma das bandas que eu mais ouvia era Fresno. Ah, os meninos de Porto Alegre. (Bah, Tchê, Guria) Eles eram Democratas, antes de Fresno. E eu era apaixonada! Pelas músicas, pelos caras, pelo jeito que eles cantavam, pelo tanto que eu conseguia chorar ouvindo, por escrever nas últimas folhas do caderno por causa desses meninos. Queria ter a atitude deles, me vestir como eles, e claro, fui muito chamada de emo por causa deles.
Eles falavam sobre o fim. Sobre o "você acho…

Invadir a vida de alguém

Pinterest


O que fazer quando alguém mexe com a gente de um jeito inexplicável?
É mais um sábado que ficarei em casa, pensando em como não sou eu que divido as luzes da cidade com você. Reviso teu número na minha agenda trinta vezes, ou mais, antes de dar o passo seguinte. Penso nos teus olhos em mim, mas escondida em casa, você não vai me achar hoje.
Então ouço tua notificação. Você fez check-in. E foi aqui perto.
Tiro minhas meias, e arrasto o lençol pela casa para uma noite que pode ser longa no sofá. 
Se eu quiser.
Mas não quero.
Quero encontrar você.
Ligo qualquer novela chata, mas meu olho não sai dessa tela. Subo e desço o dedo pelo teu rosto e não paro de olhar tua foto do perfil. Não lembro, afinal, como você veio parar na minha lista de contatos, mas de uma coisa eu sei. Está cansativo só imaginar como seria a gente. Não gosto de suposições. Não sei lidar com hipóteses. Como faço pra te encontrar hoje?
Mais uma foto tua sobe na tela.  Sorrindo. E esse sorriso me chama para a co…