Pular para o conteúdo principal

Je ne parle pas

Sinto um misto de tristeza e alívio, quando você se despede de mim. A garganta falha um pouco, mas só o suficiente para fingir algum impacto. Na verdade, eu subestimei você. Pensei que quando este dia chegasse, nós teríamos um adeus penoso - nada comparado à praticidade do que foi esta ocasião. Não caem lágrimas, nem para deixar na lembrança um final triste de cinema. Cada um para o seu lado, sem poesia, sem lenços, enfim, fica aqui minha pior performance: nem escrever eu sei mais.

Não achei uma música que combinasse com essa carta. Nenhum som consegue chegar onde estamos. Merecemos o final que temos, e é sem trilha sonora.

Toda despedida deixa um cheiro de morte. Mas não desta vez, amigo. Não hoje! Sinto informar, mas já éramos um caso perdido. Não vou gastar um pecado com esta mentira sem graça. Além de você, enterram-se aqui os detalhes das noites mal dormidas que tive que lidar. Sem prestação de contas, tinha lá suas vantagens.

Não me conte as suas razões. Dispenso os argumentos que eu não pedi. Você deve ter feito os cálculos de quanto custa ir embora. Então pegue sua bagagem, e leve com você os motivos deste adeus. Prefiro assim. Sempre vão sobrar perguntas do lado de cá. Pouco importam as razões que fazem você atravessar essa porta hoje. Desligo o despertador do dia seguinte, pois não tomarei mais café com você. Amanhã eu já esqueço que algum dia cultivamos qualquer intimidade.

E se tenho algo para pedir: ao sair, desligue a luz! E disso aqui... Je ne parle pas.

27/31

Comentários

  1. Despedida para mim sempre é difícil, digo, eu e meu ex já estávamos terminados praticamente, eu mesma queria terminar só não tinha coragem. E quando terminei sofri demais no início, apesar de tudo, cheguei a pensar se estava errada, me arrependi de tudo e queria ele de volta. Mas com o tempo vi que foi a melhor coisa que me aconteceu.
    Despedida pra mim é muito difícil!

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toda despedida é assim: sempre deixando marcas....

      Excluir
  2. Nem toda despedida é dolorida... Noo inicio agimos como uma criança birrenta
    e entramos em um jogo de quem vai colocar o ponto final primeiro. Porém, independente de quem colocou o fim na relação nos sentimos aliviadas e sem trilha sonora nenhuma para o momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Camilys. Nem todas. Não sabemos o que é pior: algo que passou sem deixar nada, ou quem deixou destruição por onde esteve... A decidir!

      Excluir
  3. Pra mim, todo tipo de despedida é tenso...sei lá o que acontece, até mesmo as coisas ruins que saem da minha vida me deixam triste.
    Credoo...que melosa eu! kkkkk
    Tudo no seu blog é realmente lindo. O layout, posts, imagens...perfeito, parabéns!
    Já estou te seguindo!
    Dá uma passada lá no meu blog quando puder, está rolando um sorteio maraaa de duas semi jóias da Brilho Magia. Você não pode ficar de fora!
    Beijão!
    http://makedamotociclista.blogspot.com.br
    Meu Twitter: @cat_343
    Meu Insta: tamiya343

    ResponderExcluir
  4. Uaaaaaaaaaaaaau! Estou sem palavras. E esse penúltimo parágrafo? Lacrou tudo! Li ele de boca aberta! Arrasou nesse texto Rê, despedidas nem sempre precisam ser tristes, mas sempre são marcantes. AMEI! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre são marcantes, algumas pela falta de emoção como essa né Barbs? Ai para... Vou ficar me achando, e não posso! <3 Linda!

      Excluir
  5. É triste quando um amor se acaba e não sobra nada, nem as lágrimas né.
    Dói mais isso que o término em si.
    Mas óbvio que não tive essa experiência. Só fui chutada nessa vida. Aff.
    Ainda bem também, se não não estaria tão feliz agora. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKK Só fui chutada nessa vida? SEM OR KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK tá. Parei. É que vc falou muito engraçado, e foi mais forte que eu. Nada como umas porradas, pra a gente ver o arco-íris depois né Aninha? Agora está tudo bem. ♥

      Excluir
  6. Que &*¨%da!
    Daqueles textos que você mandaria fácil pra um falecido do passado!
    Mas nem vale mais a pena.
    Muito bom, Rê. Certeza que fala do coração de muitas de nós que um dia lidamos com esses términos sem nem despedida, e sem razão para não acontecer.

    Beijão em tu :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um falecido do passado, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Amo esse teu jeito meigo de lidar com a COISA, Magdinha. Apenas <3

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

20 semanas: chegamos na metade

Finalmente chegamos na metade da gestação. E quando penso nisso, vejo um reloginho me lembrando que logo logo seremos três em casa. Que logo logo, fraldas, lencinhos e chupetas vão se tornar acessórios obrigatórios na minha bolsa. Que logo logo, o cantinho que eu havia programado para ser meu escritório vai dar lugar a um lindo quarto de bebê. Que daqui a algum tempo, eu vou tropeçar em brinquedos. Que haverá mais um homem em casa. 
Tudo parece assustador e delicioso ao mesmo tempo. Tenho vontade de chorar e de rir. E em algumas ocasiões, não sei como diferenciar uma coisa de outra.
Esta semana eu passei dos limites nas comilanças. Comecei esticando de um chá de fraldas (de um amiguinho do Joaquim) para um aniversário. Nunca comi tanta bobagem e tomei tanto refrigerante de uma vez na vida. E na volta pra casa, a cada semáforo fechado, minha consciência ficava tão pesada quanto a minha barriga. #envergonhada
Minha mãe começou a fazer cueirinhos, toalhinhas de fralda e paninhos de chup…

O dia em que eu descobri o que houve com a gente

19 de março de 2018, o dia em que eu descobri o que houve com a gente.

Sou uma menina relativamente jovem, 25 anos mais pra lá do que pra cá. Digo relativamente, porque juventude é algo relativo (e não necessariamente tem a ver com a idade, aliás). Mas para o assunto que me permito escrever hoje, idade tem tudo a ver. É biológico para mulheres que pensam em ter filhos olhar sua própria idade de forma diferente. Eu nunca planejei filhos, na verdade. Quem me conhece sabe que nunca levei esse assunto assim a sério, como algo que eu precisasse pensar e planejar ou que fosse uma grande vontade. Nunca tive. Até acontecer.
É uma sensação parecida com estar apaixonado. Você não sabe que pode viver algo muito bom (vamos pensar no lado bom, apenas), até se apaixonar. A mesma descoberta eu tive quando descobri que estava grávida em dezembro de 2015. Não foi algo planejado. Aliás, conheço pouca gente que teve a sorte de planejar e ter o destino assim aos seus pés atendendo a esse "cronogra…

CK IN2U for Her: Básico, mas instigante

O CK IN2U for Her é amor à primeira vista, mas se for Eau de Toilett será um amor fugidio, com pouca fixação. Já o Eau de Parfum gruda nas roupas e na memória olfativa, prolongando uma sensação que é o maior diferencial deste perfume oriental floral: deixar a mulher cheirosa toda hora. Embora muita gente sinta cítrico, limão, baunilha, minha primeira impressão era de estar diante de patchouli, mas a nota é particular apenas ao perfume masculino.  De modo geral, ele pode ser classificado como um básico com personalidade e irradia alto astral, daqueles que cheiram a riqueza despojada, aquele tipo que não ostenta porque se define por ser e por si. Versátil, ele apresenta notas de fundo rico de baunilha e âmbar que associadas às notas de cabeça cítricas de toranja rosa efervescente, bergamota e folhas de groselha e as de coração, que são orquídea e cactus, proporcionam uma sensação de frescor que dura todo o dia – dependendo da evolução na pele de cada pessoa. A fragrância foi lançada pela …