Pular para o conteúdo principal

Em animação: Cinco esportes que eu praticaria

Bem verdade que a proposta do Rotaroots era outra, mas... Eu sempre fui meio rebelde mesmo. Cá estou com essa tag/meme para falar de cinco "esportes" que eu praticaria - só que do mundo dos desenhos animados. Porque hoje estou manhosa, acordei com saudades de alguns desses desenhos e porque sim. 

 Up! Uma aventura nas alturas: Balonismo
Sim, eu sei que balonismo não é beeeeeeeeem um esporte. Mas o blog é meu e eu vou chamá-lo assim, combinado? Combinado! Sonho da vida é andar de balão, gente. Acho algo tão mágico. Se pudesse ser dentro de uma casa como a de seu Fredricksen, melhor ainda né? <3 Quando passava Salve Jorge, e aqueles balões maravilhosos na Turquia, eu ficava encantada/babando/abestalhada na frente da TV. Preciso fazer isso um dia na vida! Não posso deixar o plano terreno, sem andar num balão. Please!

 Corrida maluca: Corrida automobilística


Vamos trabalhar com a ideia de que eu já sei dirigir tá? E esse assunto está totalmente relacionado com minhas infinitas tentativas de fazer meia embreagem, que postei ontem no blog (sejam bonzinhos!). Vamos ter fé, gente. Um Kart já é bom começo, que tal? Não? Acho que não né? Parece que os balões continuam sendo mais seguros para a humanidade.

 Três espiãs demais: Tiro esportivo
Claro que na vida real, um batom não vai virar uma nove milímetros, mas... bem que poderia né? Brincadeiras à parte. Sou encantada com o tiro esportivo. Acho o nível master da vida, soldados que se dedicam a ser atiradores de elite. Sim, porque precisa de muita precisão, concentração, agilidade, habilidade e todas as virtudes que talvez eu não tenha. #todoschoram Nada que um bom curso de tiro legal não resolva. No Brasil existe uma Confederação que regula essa prática em todo o território nacional, com competições e tudo mais. Quero!

 Popeye: Defesa pessoal (Krav Magá)
Sim, o Popeye está mais para fisiculturismo do que qualquer outro esporte, mas abstrai. Meu pai já me levou para umas aulas de Krav Magá, mas eu só tinha 15 anos. Na época só tinha gente bem mais velha que eu, então não passei da segunda aula. O Popeye não representa tão bem essa defesa pessoal, porque ser forte não é um requisito para praticá-la. Leia-se meu pai, que é bem matusquela xarope, hahaha, mas mexe... O que é necessário é habilidade, serenidade e técnica para imobilizar o "adversário". Acho que por questões de necessidade, e de que o mundo não está para andar como se estivéssemos num clipe de Katy Perry, é sempre bom saber o básico de uma técnica dessas. Vai que... né?

 Pequena sereia: Natação
Eu poderia falar em nado sincronizado, não é? É mais fino, tem classe, mas Renatinha se conhece, amigos! Não se enganem: o desmantelo seria inevitável. Como já fiz dois anos de natação, que tal se eu voltar pra essa vida e persistir mais um pouquinho? Eu tenho um problema seríssimo de respiração. Sou fanha (já falei né?), e no tempo que fiz natação, essa era uma das minhas maiores dificuldades: mergulhar de frente. Isso por causa da respiração debaixo d'água. Eu não dava conta de mexer as pernas, dar as braçadas e respirar - tudo ao mesmo tempo. Era informação demais pra mim! Eu sempre era a última a chegar nos 25 metros. (risos, eram só 25 metros gente!). Então sempre me dei melhor no nado de costas. Mas não perco a fé!

E vocês? Qual o desenho animado representa um esporte que vocês querem fazer? Bom domingo, gente linda, e até o blogday! Beijocas.

Encontre o blog ♥

30/08


Comentários

  1. Adorei isso gente.
    Olha eu super apoio o balonismo, ainda quero voar em um, tem coisa mais linda? Não tem.
    Nadar o coisa complicada gente, juro que já tentei inúmeras vezes, mas não rola.

    ResponderExcluir
  2. Aiiiii adorei a forma como você descreveu o seus esportes favoritos! Não tinha pensando em descrever dessa forma, ficou muito massa. E cara eu sou apaixonada pelas imagens de Salve Jorge daquele céu transbordando balões <3<3

    Eu adoro nadar, é tão gostoso!
    Beijos Rezinha

    ResponderExcluir
  3. Hahahahaha cara, desenho é vida <3!!!!!! AMEI a a forma que você os utilizou para representar os esportes, sério *-*.

    Olha, não sou chegada a esportes kkkkk. Não tenho o menor jeito para nada, mas, eu gostaria muito de praticar vôlei ou ginástica olímpica, adoro!!! Não consigo pensar em nenhum desenho que represente eles hahahaha. Dos que você falou só simpatizo com o balonismo, deve ser muito AMAZING hahahahah.
    Beijos!!

    Clareando Ideias

    ResponderExcluir
  4. omg, que legaaaaal o que você fez *-*
    adorei e com certeza o de 3 espiãs demais é o que eu mais gostei e faria super hahaha
    Bêeeejo linda!

    www.itszabella.com

    ResponderExcluir
  5. "O blog é meu e eu chamo como eu quiser" só vc Renatinha kkk. Minha mãe já andou de balão e ela disse que foi uma emoção sobrenatural, que é muito bom. Eu tb quero fazer tiro esportivo e defesa pessoal, deve ser muito legal!!! Eu fiz uma aula só de defesa e fiquei apaixonada e estou procurando academias de lutas onde tenha essa modalidade kkkkk.

    Agora as 3 espiãs, eu sou a verde. Eu quando criança transformava fácil fácil meus batons em armas, era só acreditar haha.

    Beijocas <3

    http://geovannacavadas.com/

    ResponderExcluir
  6. Adorei isso gente! kkkkk Com certeza eu também faria automobilismo no maior estilo corrida maluca, adorava esse desenho... Ah, ia comentar isso no seu vídeo, dirigir é persistência (sei que vc já deve ter ouvido muuuitooo isso, mas é verdade...rsrsrs)

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas

A crise do cometa

Tumblr: My name is Caroline

Ouvi dizer que um cometa de nome bem difícil vai passar pertinho da Terra amanhã. Pertinho é charme, são 21 milhões de quilômetros de distância da Terra, o menor valor de distância já registrado na história. Não sei em que isso muda minha vida, ou a sua (Sou de humanas). O fato é que coisas estão girando o tempo todo. Coisas estão ficando mais perto umas das outras, ou se afastando rapidamente. O lugar onde estamos hoje é consequência de coisas que aconteceram à nós. Segunda lei de Newton, amor: a força aplicada em um corpo tem total relação com a mudança na velocidade sofrida por ele. Tô parecendo até intelectual de exatas falando assim, mas foi um belo googão. ♥
Isso significa algo bem importante: estamos vivos. Piscamos os olhos, coçamos a mão e "me belisca pra eu ver que eu não tô sonhando". Ação e reação. A gente funciona. Não somos passivos. Somos uma massa grande de neurônios, pele, sistemas e coração. Ah, esse danado desse coração. Às vezes…

Ainda cabe você aqui dentro

Foto: Pinterest


Às vezes perco o tempo de vista imaginando como seria ganhar um sorriso seu. Confesso, voltar aqui é arrancar e sentir arder um pedaço de mim que ainda está em carne viva, mas que eu consigo disfarçar bem. Eu sempre achei que soubesse que saudade dói. E sabe... eu subestimei essa mulher. Que pena que não posso me desculpar, tomar um analgésico e fazer todo o resto desaparecer. 
Coisas aconteceram. Coisas deixaram aquele meu músculo preferido em frangalhos. Coisas não param de rebobinar na minha cabeça. Cenas do nosso amor interrompido. Não por vontade minha. Como poderia? Quem dera tudo se resumisse apenas a coisas, e não a pessoas. É mais fácil sofrer por bobagens.
Tempos atrás, muito antes de você, perdi meu moletom preferido. Um vermelho, quase duas vezes maior que eu, com um coração amarelo estampado bem no meio. Achei que fosse o fim da minha vida abrir a gaveta e não saber onde coloquei. Passei semanas remoendo isso dentro de casa. E como é fácil sofrer por beste…

Quando vai sobrar um pouquinho de você pra mim?

Hoje eu tive um daqueles típicos dias de cão. Se você nunca teve um, vou te explicar como funciona. Primeiramente você acorda, e pode deixar que o universo cuida do resto. A noite já foi mal dormida mesmo, então o que vem a seguir são só aperitivos. E vou te dizer mais uma coisa: dormir numa cama que você acha que nem é mais sua é a pior experiência que existe. Você acorda mais cansado do que quando foi dormir, é preciso pontuar. A companhia também conta muito. E o que aconteceu antes também. Desculpa o arrodeio todo, mas o dia de cão começa vinte e quatro horas antes, ou na noite anterior, bem antes de dormir.
Começa comigo, acordando cedo em pleno feriado para cobrir um plantão policial daqueles. (rebeliões. meninos tocando fogo em colchão, tentando matar o colega da cela vizinha, e eu imaginando como o mundo pode ser assim. daí tem explosão a banco, arrombamento de cofre, perseguição pelo meio do mato e tudo que um repórter de cidades tem direito). O plantão acaba, e quero aprovei…