Pular para o conteúdo principal

Desembarque no supermercado

A fila do supermercado estava interminável, quando um empurrão lhe cortou o pensamento.

- Desculpe te machucar, ele disse.

Aquelas mãos fortes e aquela voz ela conhecia muito bem.

Você está linda! - continuou.

O frio na barriga foi inevitável. Há quanto tempo eles dois não se viam? Ele foi a paixão mais convincente dela. Será que alguém dorme hoje? Com uma palavra assim, casual, no meio de um reencontro não marcado, na fila de um supermercado qualquer? Quais as chances de um reencontro virar um encontro? E o que a gente responde quando o coração não para de socar o peito?

Todo mundo melhora! - disse ela, tentando encontrar as palavras certas para não gaguejar.
Mas você conseguiu ficar ainda mais bonita! Muito mais do que era, quando tive que ir embora.

Ponto pra ele! Se alguém tinha dúvidas de uma insônia não programada para hoje, nem preciso convencer. Fazia muito tempo que ela estava ali, livre de qualquer alvoroço. O coração nunca respirou tão bem sem a ajuda de aparelhos. Até este exato e curto-espaço-de-tempo, em que ele apareceu ali: mais bonito, mais forte e com uma barba perspicaz.

Ah... as sacanagens da vida!

Esse vinho é maravilhoso! - interrompeu ele, buscando um diálogo qualquer.

Aquele olhar sagaz que ele tinha empatou com o silêncio travado ali, no meio dos carrinhos de compras. [Sou fã dos encontros casuais, principalmente se terminarem à dois]. Como pode a pele arrepiar sem o toque? E assim, no meio de feijão, arroz, açúcar...

- Você também gosta?

É claro que gosta, mulher! Foi isso que ele disse. Olha para o que essas mãos com algumas veias evidentes carregam. Tem um vinho também!

Compro todas as quartas. Só me falta uma companhia. - respondeu ele com um olhar desafiador.

Um olho na cesta, outro no bolso, e de volta nele até tentar achar a resposta... Ela já tinha cogitado desistir daquela fila, mas à essa altura do campeonato, e daquele cheiro de banho depois da academia que ele tinha... Desistir fica para outro dia, que não hoje. Vamos ver até onde essa conversa vai.

- Ai, não brinca! Lá deve ter sido divertido. - disse ela com a boca entreaberta, como se fosse um convite.

Ele também sorriu, e emendou aquele pedaço de boca rosada com um: - Foi sim. Só não tinha você... Podíamos dividir uma garrafa, se quiser.

Oba! Parece que encontramos um programa divertido para esta noite!

- Caixa livre! - gritou alguém, interrompendo as faíscas que caíam pelo chão.

- É só marcar! - disse ela, piscando o canto do olho, enquanto dava as costas indo embora.
- Perdi seu telefone depois que mudei pra lá. - se aproximou.
- Que pena! - respondeu, enquanto passava todas as compras com um olhar que respondia com "sim" a todas as perguntas que vinham à seguir.

O coração palpitava por todas as extremidades do corpo. E a cada código de barras registrado naquela tela, ela pensava no que poderia vir depois. Acenou e atravessou o estacionamento, sem olhar pra trás, com as pernas bambas e tortas. Nunca pareceu tão difícil empurrar um carrinho de supermercado.

- Eu voltei. - disse aquela voz grave, com uma das mãos segurando o porta-malas. - Há dois dias desembarquei por aqui. Vim pra ficar! - continuou com a outra mão passando pela cintura dela.

Continua...
[aqui]

11/31

Comentários

  1. Ai você chega ao final agradecendo porque vai ter continuação! kkkk
    Rê, vc já pensou em escrever alguma história pelo Wattpad? Você é muito boa! :)

    Beijinhos

    www.burguesinhas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí você entra aqui e vê esse comentário mais lindo ♥♥♥ Já me falaram dessa plataforma. Li sobre ela no blog da Bruna Guedes (o ganurb.com.br), salvei nos favoritos lá de casa, mas ainda nem me cadastrei pra começar a subir histórias. Nossa.. Fico tão feliz de ler isso de você Carlinha. Pense numa emoção ver teu comentário aqui! ♥♥♥ Obrigada mesmo!

      Excluir
  2. Quero continuação para ontem. Obrigada, de nada. haha

    ResponderExcluir
  3. Meu deus, coloca logo a continuação.
    Sei como é esse frio na barriga com ex, eu voltei com o meu *--*

    beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menteeeeeeeeera Barbs! Isso dá uma históriaaa (e das boas) ♥

      Excluir
  4. Ai gente, essa semana tá todo mundo querendo me deixar agoniada com os contos.
    M u i t o c u r i o s a pra sabre da continuação e me diz que será amanhã, por favor. Amanhã é quarta então eles tem que tomar o vinho juntos. <3


    (Assista Masterchef com seu marido Rê, é bom demais!
    Tô sabendo dos minis sim, louca de vontade de começar logo. Acompanhei o americano e é bonitinho demais <33)

    Beijo, beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK tu tá muito melosa ultimamente. Só vejo tu suspirando pelas historinhas dos blogs, da Fê Probst e da Bárbara Frois. Mar tá melosa! (Mulher, masterchef é muito tarde :( e eu acordo muito muito muito cedo :/// então me ajude a segurar essa barra... :| Hahaha) <3

      Beijo bicha ♥

      Excluir
  5. Ai, mulher. Espero que ela tenha resistido e não se entregado a maldição chamado flashback. Se foi embora não precisa voltar. Sou orgulhosa sim. Me julguem. E ansiosa também. Aguardando o final do desembarque. Beijo, bisha. Adoro suas postagis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver se essa pessoa sem nome se parece com você né Thami? Haha. "Segure o xororô". Flashback tá aí pra fazer render umas boas histórias mesmo... :x

      Excluir
  6. Ai, Renatinha! Esperando ansiosamente a continuação. ♥

    ResponderExcluir
  7. MASOQ
    Eu quero a continuação ja :(((
    Poxa me identifiquei aqui e isso não se faz. Hahahaah
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso se faz sim, Gabs hahaha êba que tu veio :)))) ♥

      Excluir
  8. Véééééi na boa, não vou fazer mais isso no meu blog! HAHAAHAHAHAHA
    Curiosíssima pra saber qual será o final da história ;)

    Bejios Re

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já tinha feito esse de outra vez por aqui. Mas a história era real... Então eu não tinha muito o que fazer a não ser aceitar :/ (Afinal, a personagem da história até passava por aqui pra ler se eu não tava colocando muito tempero na coisa toda. Mas dessa vez, eu que estou no comando hahahaha!)

      Beijocas, Barbs

      Excluir
  9. Menina que história foi essa? Quero amanhã logo <3
    Sei bem como são histórias com ex, eles ressurgem das cinzas desse jeitinho kkk'

    Beijos, Renatenha =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era pra ser só mais uma historinha, mas todo mundo tá lembrando dos ex. Saravá, hahaha!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

20 semanas: chegamos na metade

Finalmente chegamos na metade da gestação. E quando penso nisso, vejo um reloginho me lembrando que logo logo seremos três em casa. Que logo logo, fraldas, lencinhos e chupetas vão se tornar acessórios obrigatórios na minha bolsa. Que logo logo, o cantinho que eu havia programado para ser meu escritório vai dar lugar a um lindo quarto de bebê. Que daqui a algum tempo, eu vou tropeçar em brinquedos. Que haverá mais um homem em casa. 
Tudo parece assustador e delicioso ao mesmo tempo. Tenho vontade de chorar e de rir. E em algumas ocasiões, não sei como diferenciar uma coisa de outra.
Esta semana eu passei dos limites nas comilanças. Comecei esticando de um chá de fraldas (de um amiguinho do Joaquim) para um aniversário. Nunca comi tanta bobagem e tomei tanto refrigerante de uma vez na vida. E na volta pra casa, a cada semáforo fechado, minha consciência ficava tão pesada quanto a minha barriga. #envergonhada
Minha mãe começou a fazer cueirinhos, toalhinhas de fralda e paninhos de chup…

O dia em que eu descobri o que houve com a gente

19 de março de 2018, o dia em que eu descobri o que houve com a gente.

Sou uma menina relativamente jovem, 25 anos mais pra lá do que pra cá. Digo relativamente, porque juventude é algo relativo (e não necessariamente tem a ver com a idade, aliás). Mas para o assunto que me permito escrever hoje, idade tem tudo a ver. É biológico para mulheres que pensam em ter filhos olhar sua própria idade de forma diferente. Eu nunca planejei filhos, na verdade. Quem me conhece sabe que nunca levei esse assunto assim a sério, como algo que eu precisasse pensar e planejar ou que fosse uma grande vontade. Nunca tive. Até acontecer.
É uma sensação parecida com estar apaixonado. Você não sabe que pode viver algo muito bom (vamos pensar no lado bom, apenas), até se apaixonar. A mesma descoberta eu tive quando descobri que estava grávida em dezembro de 2015. Não foi algo planejado. Aliás, conheço pouca gente que teve a sorte de planejar e ter o destino assim aos seus pés atendendo a esse "cronogra…

CK IN2U for Her: Básico, mas instigante

O CK IN2U for Her é amor à primeira vista, mas se for Eau de Toilett será um amor fugidio, com pouca fixação. Já o Eau de Parfum gruda nas roupas e na memória olfativa, prolongando uma sensação que é o maior diferencial deste perfume oriental floral: deixar a mulher cheirosa toda hora. Embora muita gente sinta cítrico, limão, baunilha, minha primeira impressão era de estar diante de patchouli, mas a nota é particular apenas ao perfume masculino.  De modo geral, ele pode ser classificado como um básico com personalidade e irradia alto astral, daqueles que cheiram a riqueza despojada, aquele tipo que não ostenta porque se define por ser e por si. Versátil, ele apresenta notas de fundo rico de baunilha e âmbar que associadas às notas de cabeça cítricas de toranja rosa efervescente, bergamota e folhas de groselha e as de coração, que são orquídea e cactus, proporcionam uma sensação de frescor que dura todo o dia – dependendo da evolução na pele de cada pessoa. A fragrância foi lançada pela …