Pular para o conteúdo principal

Blogagem coletiva: Que super herói seu pai seria?

Reprodução


Desde pequena sempre ouvi que eu parecia muito mais com meu pai, do que com minha mãe. Não só porque deixei de ganhar os olhos verdes dela, e acabei herdando um nariz nada discreto e um dedão do pé bem gordo dele. Eu e meu pai temos, além da finura, um temperamento, digamos, bem diferente. Mas algo nele supera qualquer defeito: é forte, e me ensinou a ser essa menina firme, independente e bem atrevida que eu sou. (Obrigada, pai!)

Lembro que meu aniversário mais marcante foi o de cinco anos. A gente pobre de marré, e meu pai espalhou vários presentes pela casa. Quando acordei, em cada pedaço de canto que eu ia, um embrulho bonito disfarçava as paredes descascadas de salito. Não posso dar esse crédito ao Batman ou ao Super Homem, desculpem.

Dos namorados que meu pai espantou de casa eu não vou falar, mas das vezes que mesmo eu morando sozinha com uma amiga, ele levava meus biscoitos preferidos e geleias pra mim, vai todos os créditos novamente. E por falar em herói, há um ano e meio um disparo que devia atingir o peito dele, foi parar na perna. O banco do motorista tem aquela marca até hoje. É uma marca que deixa todo mundo feliz em ver. Aquele buraco, ali, na altura do peito é a certeza de que você não foi. 

Só um Pai maior que você poderia ter te tirado daquela... ♥ Que susto que foi!

O sonho dele era me ver dentro da mesma farda que ele usa. No ensino médio, eu corria todas as tardes com ele do lado, me preparando para não desapontá-lo. Quando decidi por jornalismo, pensei: será que ele não vai ter orgulho de mim? Hoje, a primeira coisa que ele fala pros outros é: minha filha é repórter. (O mundo está se acabando, mas... minha filha é repórter!) Isso é tão incrível vindo de você. #snif

O Rotaroots desafiou as blogueiras que participam desta blogagem coletiva a contar que super herói nosso pai seria. Escavaquei minha cabeça de canto à canto, passando de super man à super mário, haha, e concluí: Com todos os defeitos, virtudes e o bom humor que tem, o único herói que ele poderia ser nessa vida, era ELE mesmo! (E obrigada por, mesmo metendo os pés pelas mãos várias vezes, ter sido assim, tão de verdade ♥) #FelizDiadosPais

Encontre o blog

9/31

Comentários

  1. Que linda declaração Renata! Acho que nenhum super herói chega aos pés dos nossos papais, nenhum super herói pode ser comparado com eles. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Barbs. Com todos os defeitinhos, eles são reais <3

      Excluir
  2. Que post mais lindo.
    Um amor de declaração. Parabéns <3.

    Adorei seu blog, ele é lindo.

    Beijinho
    Thay Andrade
    www.blogdathayandrade.com

    ResponderExcluir
  3. estou com os olhos cheinhos de lágrimas. Apesar das diferenças, meu pai é parecido com o teu e eu diria que ele é melhor herói do mundo, sempre cheio de graça e trazendo os biscoitos que é pra adoçar a vida.

    lindo demais o texto, belíssima declaração. Fiquei derretidinha do lado de cá.

    Beijo Rê.
    Que Ele continue protegendo seu pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Fê, que linda ♥♥♥ Obrigada por ler cada letrinha. Tu tem o coração molenga né bicha? #snif Por tudo que você disse, amém!

      Excluir
  4. Ai que coisa mais linda Renata, tô com os olhos marejados... Eu pensei também em todos os super-heróis para encaixar meu pai e não achei nenhum e você disse tudo, tudo mesmo. Que seu herói continue tendo a proteção Dele...
    Obrigada por esse texto lindo, que acarinhou meu coração e me emocionou de verdade.
    Tenha uma semana linda!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ê Rita. Verdade. Difícil achar um herói que os represente né? Obrigada pela visita e boas vibrações de sempre ♥

      Excluir
  5. Nunca participei de nenhuma blogagem coletiva do Rotaroots, mas acho muito bacana as ideias *--*
    Adoorei o seu texto fofa, desenho pro seu pai um ótimoo domingo :D

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi minha primeira blogagem coletiva, Bárbara! :) Obrigada pelo carinho, pro seu papi tb ♥

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

20 semanas: chegamos na metade

Finalmente chegamos na metade da gestação. E quando penso nisso, vejo um reloginho me lembrando que logo logo seremos três em casa. Que logo logo, fraldas, lencinhos e chupetas vão se tornar acessórios obrigatórios na minha bolsa. Que logo logo, o cantinho que eu havia programado para ser meu escritório vai dar lugar a um lindo quarto de bebê. Que daqui a algum tempo, eu vou tropeçar em brinquedos. Que haverá mais um homem em casa. 
Tudo parece assustador e delicioso ao mesmo tempo. Tenho vontade de chorar e de rir. E em algumas ocasiões, não sei como diferenciar uma coisa de outra.
Esta semana eu passei dos limites nas comilanças. Comecei esticando de um chá de fraldas (de um amiguinho do Joaquim) para um aniversário. Nunca comi tanta bobagem e tomei tanto refrigerante de uma vez na vida. E na volta pra casa, a cada semáforo fechado, minha consciência ficava tão pesada quanto a minha barriga. #envergonhada
Minha mãe começou a fazer cueirinhos, toalhinhas de fralda e paninhos de chup…

O dia em que eu descobri o que houve com a gente

19 de março de 2018, o dia em que eu descobri o que houve com a gente.

Sou uma menina relativamente jovem, 25 anos mais pra lá do que pra cá. Digo relativamente, porque juventude é algo relativo (e não necessariamente tem a ver com a idade, aliás). Mas para o assunto que me permito escrever hoje, idade tem tudo a ver. É biológico para mulheres que pensam em ter filhos olhar sua própria idade de forma diferente. Eu nunca planejei filhos, na verdade. Quem me conhece sabe que nunca levei esse assunto assim a sério, como algo que eu precisasse pensar e planejar ou que fosse uma grande vontade. Nunca tive. Até acontecer.
É uma sensação parecida com estar apaixonado. Você não sabe que pode viver algo muito bom (vamos pensar no lado bom, apenas), até se apaixonar. A mesma descoberta eu tive quando descobri que estava grávida em dezembro de 2015. Não foi algo planejado. Aliás, conheço pouca gente que teve a sorte de planejar e ter o destino assim aos seus pés atendendo a esse "cronogra…

CK IN2U for Her: Básico, mas instigante

O CK IN2U for Her é amor à primeira vista, mas se for Eau de Toilett será um amor fugidio, com pouca fixação. Já o Eau de Parfum gruda nas roupas e na memória olfativa, prolongando uma sensação que é o maior diferencial deste perfume oriental floral: deixar a mulher cheirosa toda hora. Embora muita gente sinta cítrico, limão, baunilha, minha primeira impressão era de estar diante de patchouli, mas a nota é particular apenas ao perfume masculino.  De modo geral, ele pode ser classificado como um básico com personalidade e irradia alto astral, daqueles que cheiram a riqueza despojada, aquele tipo que não ostenta porque se define por ser e por si. Versátil, ele apresenta notas de fundo rico de baunilha e âmbar que associadas às notas de cabeça cítricas de toranja rosa efervescente, bergamota e folhas de groselha e as de coração, que são orquídea e cactus, proporcionam uma sensação de frescor que dura todo o dia – dependendo da evolução na pele de cada pessoa. A fragrância foi lançada pela …